O governo determinou que a Caixa Econômica Federal substitua empréstimos inadimplentes que estão de posse do Tesouro Nacional por operações em dia. Esses financiamentos fazem parte de uma carteira de R$ 4 bilhões de empréstimos que o governo comprou da Caixa em 2001, no Programa de Fortalecimento das Instituições Financeiras Federais.

Segundo o secretário-executivo interino do Ministério da Fazenda, Dyogo Oliveira, o alteração será feita porque a Caixa tem mais condições de fazer a cobrança das dívidas em atraso.

Ele afirmou que de 5% a 10% da carteira está em atraso e minimizou o impacto negativo da operação nas contas do banco.

"Evidentemente a gente não vai fazer nada que provoque um desbalanceamento na Caixa", disse.

A alteração consta na Medida Provisória 618, publicada hoje no Diário Oficial da União. A MP também autoriza que a União possa conceder garantias a empréstimos tomados por subsidiárias controladas por estatais. Antes, isso só podia ser feito no caso de empréstimos tomados diretamente pelas estatais.

O objetivo, segundo Oliveira, é facilitar as operações para que elas não precisem passar pela holding do grupo estatal.

Fonte:jcnet
 

Últimas Notícias : Pages : FM Integração

Thumbnail Um jovem de 18 anos invadiu uma escola de ensino primário no município de Saudades, no oeste do estado de Santa Catarina, nesta terça-feira (4) e matou ao menos três crianças e duas professoras. Segundo informações da Polícia Civil, ele portava um facão e golpeou alunos e...